quarta-feira, abril 15, 2009

Myself

Todos me olham mas ninguém me vê.
Saio todo dia quase ao meio-dia, pensando em sempre me matar, parar de me atrasar. Tô fora do horário no meu mundo imaginário onde só eu traço a linha do fim. Eu sou todo mundo e todo mundo é eu mas mesmo assim ninguém me vê ( ou seria melhor dizer que todo mundo não me vê ? ).
Te olham e julgam: Preto, pivete, favelado, bicha, maconheiro, puta. Pré-conceitos são formados quando olham. Apenas olham. Lixo de sociedade. Todo mundo só olha, ninguém vê.
É era de mudanças, será que ainda há esperança ?
. Caio Fernandes

7 comentários:

  1. Ouw, agora sim você conseguiu me deixar realmente impressionado! USHAUHSUAHUSH

    beeem do jeito que eu gosto.
    Cru, revoltado, organizado, intenso.
    <3

    ResponderExcluir
  2. não há quem não goste de um desabafo revoltado desses

    ResponderExcluir
  3. " Preto, pivete, favelado, bicha, maconheiro . . " quase baixou um Cazuza ae né ;B haha . concordo com Junhu :} txt mtto bem feitto o/ congrats (=

    ResponderExcluir
  4. Alguém precisa falar a verdade que todo mundo sente, mas fica quieto. Adorei.

    ResponderExcluir
  5. tah se sentindo oprimido amor? rs

    ResponderExcluir